Publicado em O Livro da Minha Vida.

O livro da minha vida- Resenha

77084318-176-k602446

SINOPSE- Mariana é uma jornalista freelance que recebeu um convite, quase uma missão.
Para conseguir realizar seu grande sonho vai ter que se aventurar pelo desconhecido e ter que encarar aquilo que nunca foi importante, sentimentos.
Nesse caminho ela irá encontrar várias pessoas, em busca do estereótipo, para o homem perfeito.

O livro da minha, sua e nossa vida… Hoje trago a resenha desse livro que mostra fielmente a nossa realidade, nada de uma história clichê, ele mostra a vida como ela realmente é, com dores, amores, entregas, medo, solidão e muita paixão, com isso você se sente amiga dos personagens e passa a conviver com eles, sentir suas dores, amores e angústias.

Nahra Mestre, autora dessa obra escreveu o livro em 8 dias. Isso mesmo, dias intensos, foram noites e dias em claro sem dormir, comer e ter uma vida social. Ela não vivia sua própria vida, apenas se entregava a paixão da escrita. Um processo incrível e digno de aplausos.

Escrever sem parar é um dos dons dessa nossa Mestre!

Foi um prazer poder presenciar esse momento especial, através de um grupo onde discutíamos cada capítulo com a autora. Esse contato é muito prazeroso pro leitor, ajudar o seu ídolo a construir sua obra prima.

O enredo nos  envolve de uma forma tão graciosa me fazendo ir além da leitura e perceber de uma forma crítica o quanto a escritora  desenvolveu e evoluiu sua escrita.

A personagem principal é bem construída tanto nos aspectos psicológicos como nos seus diálogos e envolvimento na trama, os outros personagens foram entrando de mansinho e conquistando o coração de cada leitor.  As cenas foram bem estruturadas, os livros da Nahra não possuem muitos detalhes ou descrições de lugar, mas é aquele tipo de livro que te deixa emocionada, e você não consegue parar de ler e nem mesmo pra respirar.

“Nunca pensei que sofrer de amor fosse tão inspirador”

Esse livro nos mostra o verdadeiro sentido do amor em nossa vida, mesmo quando nos fechamos em um baú de 7 chaves  deixando que nada nos atinja, vem alguém e te mostra que ele ainda está ali em seu coração, só que de um jeito adormecido. A paixão gritante quando você olha aquela pessoa especial  e seu coração pula de tanta alegria. Uma crítica ao amor nos tempos atuais, pois o amor pode estar ao seu lado, aquele ser especial que você nunca imagina.

Aprendemos que a vida apesar de seus problemas e desafios é pra ser vivida, não devemos nos deixar levar pela rotina, a vida já é tão difícil para vivermos ao pé da letra.

Uma bela lição para as mulheres independentes e donas de sí, a construção da personagem principal nos mostra que o livro foge totalmente de todos os clichês de mulherzinhas, Mariana é uma garota forte e determinada, luta por seus objetivos até alcança-lo até que isso custe seu próprio coração ou até mesmo sua vida.

“Naquele momento meu mundo parou. Suas mãos se encontraram e eles as entrelaçou. Ele continuou segurando seu queixo com carinho. Seu beijo era lento, quete, doce, carinhoso.”

Nahra Mestre da vida a personagens tão emocionantes que ao ler chegamos a um nível de êxtase profundo. Uma reflexão de nossos atos, nos questionamos o verdadeiro sentido da vida e qual é nosso papel nela? Será que estamos olhando ao nosso redor ou só pra nós mesmos? Você já se entregou ao amor pelo menos uma vez na vida, ou foi simplesmente uma paixão passageira?

“Seus olhos brilhavam, mas não revelaram muito. Ficaram se encarando por algum tempo, um tentando decifrar o pensamento do outro”

O livro conta a história de Mariana, uma jornalista freelancer que acaba de se mudar para um novo apartamento, consegue um maravilhoso emprego, ou seja, ambiente novo, vida nova em todos os sentidos. A garota gosta de ser desafiada, uma boa aventura e suspense é o que dá vida as suas crônicas escritas diariamente e guardadas para quem sabe alguma dia publica-las, o grande sonho de Mari.

Mas o desafio do destino neste momento é algo completamente diferente, Mari tem a missão de escrever um romance, algo completamente difícil para uma pessoa que não se aventurava no mundo do amor. Porém o que corria em suas veias era a paixão pelo proibido, algo que a desafiasse,  e o romance seria um prato cheio para mostrar a si mesma que ela era capaz.

Na busca incansável pelo verdadeiro sentido do amor, Mari precisava de uma motivação  para colocar sentimentos  em seu livro.  Sendo assim, passa observar a sua volta os vários tipos de amor, a compreensão, cumplicidade, e acaba surgindo diversos questionamentos.  Até se envolver com Henrique, colega dos tempos de faculdade. Sujeito misterioso que guarda milhares de segredos.

Henrique é o tipo de homem que você deseja em suas noites de solidão, é o cara da foda incrível, aquele que te involve e te faz sentir a melhor pessoa do mundo, possui um temperamento forte, mas também tem seus dotes de Príncipe, com direito a café na cama e muito carinho. Porém este não era um relacionamento sério, como os dois sempre diziam, Henrique estaria ajudando Mari a escrever o romance.

Mas o que Mari não sabia era que o amor de sua vida estaria mais perto do que ela imaginava. Uma entrevista da primeira dama para o jornal feita por Mari muda toda a história. Muita aventura, suspense, fuga, medo, morte e muito amor.

200

Mesmo quando estamos prestes a desistir de Mari eis que surge aquele alguém pra te dar a mão, Raphael foi conquistando-a de mansinho… Um sentimento nascido em meio as dores, tristezas, um amor leve e tranquilo.

Rapha é o dono do jornal, sempre fora apaixonado por Mari, porém se entregou ao trabalho deixando de lado o amor da sua vida.  No entanto,  com a reportagem feita por Mari, sua vida  corre perigo, eis que surge a chance do galã entrar em cena e roubar o coração da mocinha, calmo e lentamente, diferente de sua saída, rápida e sem deixar sinais, causando dores e rancores que serão curados com a maturidade e o tempo.

hayley-and-elijah

Nhara aborda vários tipos de amor, e um deles é a amizade que Mari encontra ao se sentar em um café próximo á sua casa e a partir disso fazerá amigas pra vida toda…Pra quem Leu “Até que a vida nos separe” sabe do que estou falando. O amor de irmão também é abordado no livro. Demonstrando que Mari não está sozinha André cuida e ajuda a irmã  nos momentos mais difíceis, um sentimento tão puro e bonito de se ver nos tempos atuais…

Amor

tumblr_n54ierzk2h1s2grp3o2_250

Sofrimento

tumblr_o77u9cldm71rtocego6_250

Medotumblr_oaaaavtljl1ug9vaqo3_250

Suspense…

tumblr_oaiqs9bnio1rmae21o1_250

E entrega…

tumblr_nwpuu4srxe1rs23zxo1_250

Venham se envolver nesse história assim como eu me envolvi, me entreguei na leitura. E encontrei personagens que me fizeram acreditar no amor apesar de cada barreira.

Será que Mari conseguirá escrever o tão desafiador ROMANCE

separadores-coisas-para-blog-souza-we-cute-girl-capricho-templates-photoscape-ilustrac3a7c3b5es-cabec3a7alho-lomo-lomografia-coloridas-tumblr-post-ilustrac3a7c3a3o-postagemeuastylestha1

Cartinha pra autora- love-letter-19_icon-icons-com_53172

Bom Nahra Mestre, o que falar dos seus livros e da sua forma de escrita. São romances que encantam, que enche com nossos sentimentos. E mostra em cada capítulo o verdadeiro amor. É bem complicado falar sobre o amor, mas afinal, o que é o amor? Seus livros estão todos marcados com esse sentimento…. Amar é descobrir o que a pessoa deseja e dar isso a ela; amar é ver o tamanho do problema que a pessoa é e amá-la mesmo assim porque, afinal, você também é um problema, talvez até pior; amar não é só beijar com dois corpos, amar é beijar com a parte mais profunda de nós mesmos; amar é não se importar com a beleza do outro, porque se você amar a pessoa o suficiente, ela vai se tornar linda; amar é olhar no fundo dos olhos das pessoas, porque é aí que deixamos de ser gêneros e cores. Amar a pessoa independentemente de todo o resto. Seus livros nos ensinam que além de  amar outra pessoa, devemos a amar a vida e a vivê-la da melhor forma possível. Quantas vezes nós só olhamos para nosso próprio umbigo e agimos mal por causa disso? Se pudéssemos viver num corpo a cada dia, daríamos mais importância às coisas simples, às outras pessoas. Teríamos uma noção maior da dimensão do mundo. Amar é ver quem amamos felizes. Enfim…Obrigada Nahra por transmitir tantos sentimentos em seus livros…Desejo-lhe muitas e muitas inspirações.separadores-coisas-para-blog-souza-we-cute-girl-capricho-templates-photoscape-ilustrac3a7c3b5es-cabec3a7alho-lomo-lomografia-coloridas-tumblr-post-ilustrac3a7c3a3o-postagemeuastylestha1

Link do livro: https://www.wattpad.com/story/77084318-o-livro-da-minha-vida

Fanpage da autora: Grupo da Autora

Acesse o site para mais informações: http://www.nahramestre.com/